Informações de contato

Rua Dimpina Pereira Schwartz, 186
Bairro: Governador Roberto Silveira, Itaperuna-RJ

Estamos prontos para te atender
TECNOLOGIA

A REVIRAVOLTA DIGITAL

Coronavírus e tecnologia: como a atual pandemia tem cooperado para avanços tecnológicos nos negócios.

Por Michel Araujo

Graduado em bacharel de sistemas de informação, web designer & desenvolvedor web.

Não que seja bom o que estamos vivendo, mas se tratando de sobrevivência, precisamos aprender a tirar vantagem sobre as coisas que acontecem e não podemos controlar. Precisamos nos adaptar e buscar caminhos para superar esse cenário e as tecnologias se apresentam como uma solução ideal nessas horas.

Vamos trabalhar com o que temos e podemos ter: a internet.

Antes da pandemia, as tecnologias eram consumidas pelas empresas e comércios locais como um plus para os negócios: uma forma de agregar e expandir o campo de visão da empresa e a sua lucratividade.

Hoje, as tecnologias já estão sendo vistas como uma essência e não mais uma peça que veio para encaixar e somar, mas sim uma base que veio permitir a continuidade e a expansão do negócio.

O fato é que o mundo está, cada vez mais, se tornando digital e isso vem ocorrendo muito antes do coronavírus, mas a questão é que toda essa crise tem forçado e empurrado as pessoas para o mundo virtual, quebrando suas resistências em prol da sua própria sobrevivência.Aqueles que ouviam e resistiam a frases do tipo “ah, você deveria fazer o seu marketing digital…”, hoje, não se vêem mais com essa opção.

Os que ainda não podiam ser encontrados no mundo virtual, hoje precisam obrigatoriamente estar lá para serem vistos.

É como se, antes, as pessoas dividissem suas forças entre crescer no mundo físico e crescer no mundo digital, mas, com esta pandemia, todo o esforço e investimento que você teria para crescer no mundo físico, agora se voltou todo para o meio digital. Sua força foi redirecionada para apenas um canal e ele está e pode ser sobrecarregado. Afinal, tecnologias foram desenvolvidas para não só solucionar problemas, mas também viabilizar novas oportunidades.

E-commerces estão em alta, as redes sociais estão mais agitadas e o público está se tornando mais exigente quanto ao atendimento e a mensagem. As pessoas estão com tempo, estão ansiosas, estão preocupadas, mas estão conectadas buscando conforto e formas de saciar seu lado consumidor que também foi afetado com o coronavírus.

As empresas que estão e irão sobreviver a toda essa pandemia e evoluir para outro patamar, são aquelas que humanizam o seu negócio e usam redes sociais e demais tecnologias para demonstrar essa empatia perante o mundo.

Não precisa se preocupar em ter esforço para vender, pois no meio digital, as pessoas estão apenas a um clique de distância de fechar um negócio contigo e acredite, todos nós queremos comprar. Gostamos disso. Está na nossa cultura de forma tão enraizada que quase está no nosso sangue.

O que as pessoas querem é se sentirem seguras, se sentirem reconhecidas, vistas e valorizadas. Ninguém sai de casa, então “como o mundo vai saber da minha existência?”

Você, empresa, precisa abraçar seu público e levar mensagens que condizem com o seu negócio, mas que se comunique com a realidade.

Não precisa se afobar na venda, pois não é o bolso do consumidor que irá salvar a sua loja nesse momento, mas sim o que ele pensa e sente do seu negócio.

Quando esta pandemia passar, teremos mais empresas conectadas no mundo digital, porém apenas aquelas que conseguirem se adaptar a isso e estas já estarão consolidadas, pois o momento de marcar território é agora.

O que as pessoas querem é se sentirem seguras, se sentirem reconhecidas, vistas e valorizadas. Ninguém sai de casa, então “como o mundo vai saber da minha existência?”

Arte por @ignasi

 



 




Graduado em bacharel em sistemas de informação pelo Centro Universitário UniRedentor.

UM MANIFESTO AO NOSSO NOVO MUNDO DE ESTILO OFF

ADAPTE-SE OU MORRA